• Adriana Rielo

Organizar a mente

Atualizado: Abr 25




A organização auxilia a mente a ficar mais leve, clara e livre.


Da mesma forma como acontece nos ambientes onde o ar melhora e a energia muda, quando organizamos a mente, o coração, voltamos a respirar melhor, a energia emocional equilibra e passamos a ter mais clareza do que é realmente importante para nós. Trabalhamos melhor com nossos sentimentos uma vez que a mente fica mais tranquila. Identificamos de uma forma mais nítida o que nos faz bem e a harmonia passa a fazer parte da nossa vida.


O processo inicia com a triagem, uma das etapas da organização. Quem conhece um pouco sobre o assunto, sabe que ela é uma parte importantíssima ao organizar um ambiente. É quando decidimos o que mantemos, consertamos ou o que desapegamos, seja para doação, reciclagem ou para descarte.


Sempre falamos muito da questão externa, das coisas da casa, dos objetos, mas é essencial também fazermos a triagem das emoções.


Ao longo dos anos, acumulamos uma bagagem de sentimentos, emoções que, sem percebermos, nos afeta e que não paramos para refletir diante dos nossos compromissos diários.


Você já parou pra pensar o que pode “doar”, por exemplo, de sentimentos? O amor, a gentileza, a compaixão? O que pode “consertar” e “manter”? Talvez algum mal-entendido, um relacionamento estremecido, um sentimento que tenha ficado atravessado em relação a alguém, que você pode conversar e desfazer esse nó? Ou o que você pode descartar? Raiva, mágoa, tristeza, algo que não te faz bem?


O ideal é que, como no processo da organização de ambientes, criemos o hábito de manter o nosso EU organizado e equilibrado.


Quando optamos por organizar o nosso universo interno, ele reverbera automaticamente no nosso lar, no nossos relacionamentos e no nosso trabalho com as tarefas diárias. Pessoa organizada se reflete em um profissional organizado.


Profissionalmente falando, há algumas ações que podem ser tomadas para que tenhamos uma mente, uma memória melhor e mais organizada segundo um artigo publicado no impactplayer.com.br, baseado no livro “A Mente Organizada”, do neurocientista Daniel Levitin:

⚙︎ Divida seu dia em partes, veja qual o melhor período é mais produtivo para você e foque;

⚙︎ Desenvolveu alguma ação, realizou alguma atividade? Agora separe 15, 30 minutinhos para distrair a mente. Isto ajudará a equilibrar o cérebro, a manter o que aprendeu e ter mais ideias e soluções;

⚙︎ Priorize o que é essencial para o dia: "Concentre-se no seu foco e liberte-se do resto, anotando! Esvazie a mente do que é trivial." (Sheryl Sandberg, Diretora Operacional do Facebook);

⚙︎ Desligar-se de tudo quando for realizar uma tarefa faz com que se mantenha o foco. Não queira fazer tudo ao mesmo tempo agora.


Então por que não criar o hábito de nos mantermos saudáveis emocionalmente na nossa vida pessoal e profissional?


Quando há o verdadeiro equilíbrio entre a mente, a alma e o coração o resultado certamente é a felicidade.


Adriana Rielo

Organização Prática Criativa



1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo