• Adriana Rielo

Feedback

Atualizado: Abr 25


Há algum tempo quero falar sobre este tema, lançar outros olhares sobre esta palavra tão comumente usada no mundo corporativo.


Feedback significa dar retorno ou reagir a algo que foi pedido, solicitado ou falado. Logo, é você dar uma resposta sobre algo a alguém.


Indo um pouco além do business, proponho inserir este tema no espectro das relações humanas, sim, as relações que temos no nosso dia a dia, que atualmente estão sendo reavaliadas e reestruturadas diante da pandemia do Covid-19.


É por meio do encontro físico, ou virtual nos dias de hoje, entre 02 ou mais pessoas que começa a existir um relacionamento, um diálogo, que nada mais são do que uma conversa durante a qual os interlocutores trocam informações entre si. Então, temos uma interação onde um expõe e o outro analisa, um pergunta e o outro responde. Logo, feedback, no meu entendimento para além dos dicionários, é o respeito que desenvolvemos e temos em relação ao outro. Se considerarmos esta visão, ela facilmente transita entre o corporativo e o pessoal.


O respeito faz parte desses “dois mundos”. No corporativo é muito comum, infelizmente, vivenciarmos situações onde solicitamos algo (orçamento, pedido, etc.) e não recebemos retorno, independentemente de cargos hierárquicos, cliente x fornecedor, fornecedor x cliente, prestadores de serviços, etc. O mesmo acontece no âmbito pessoal, entre familiares, amigos, colegas e em qualquer relação. Quem de nós não fica chateado e, por vezes, irritado, quando isso acontece? Eu, na minha empresa, recebo emails, mensagens e respondo a todos. Então, não se esconda atrás da desorganização. Não justifique a falta de feedback por não ter tempo ou não ter seus dias e documentos organizados.


Neste momento que, por obrigação e por empatia, temos que olhar não só para e por nós, mas também pelos outros, que tal analisarmos o quanto temos cultivado o respeito, dado feedback às nossas relações?


Se hoje temos que praticar o distanciamento social (sim, ainda precisamos!!), não quer dizer que devemos abandonar a interação, a troca, o relacionamento com alguém. Precisa falar? Liga! Precisa retornar? Envie uma mensagem. A internet está aí para nos ajudar nisso! Reavalie o tipo de relacionamento que quer ter com as pessoas!


Fica aqui minha dica não só como Pessoa Física, mas também, como Pessoa Jurídica sobre o feedback! Tenho certeza que esta é a grande oportunidade para um estudo mais aprofundado sobre as relações humanas. É o que de mais importante e valioso teremos daqui para a frente!


Se cuide! Muita luz!


Adriana Rielo

Organização Prática Criativa



1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo