• Adriana Rielo

Desapego

Atualizado: Abr 25




Hoje quero falar um pouco sobre o desapego que é fundamental para quem quer ter uma vida mais organizada e feliz.


Podemos não perceber, mas acumular coisas em excesso, quebradas, não utilizadas, que há anos estão guardadas, seja em casa, no escritório, no carro, bloqueiam e consomem a nossa energia… além da poeira, é claro! Quando nos organizamos, deixamos ir não só itens que não usamos mais, mas também emoções que não nos deixam ir pra frente, como tristezas e mágoas. Não acumulamos algo ou algum sentimento que temos receio que nos falte mais tarde. Sabe aquelas frases: "E se eu precisar disso um dia?" ou "Será que viverei isso novamente?". Vivemos o aqui e o agora.


Na organização, esse olhar com outra perspectiva é o que nos auxilia a enxergar as coisas e os ambientes de uma forma diferente. Por vezes, estamos tão focados em situações diversas, que não percebemos que ao organizar nosso lar ou escritório, nos desapegamos de materiais, móveis, roupas, entre outras coisas, que não mais nos fazem felizes, nos preenchem… simplesmente estão lá.


Podemos viver com bem menos coisas do que acreditamos precisar. Se fizermos uma análise, mantemos mais itens desnecessários do que aqueles que realmente precisamos.

É muito mais comum do que imaginamos pessoas começarem o processo de desapego e dizerem que vão mandar as coisas pra casa da mãe ou de alguém próximo. Muito cuidado! Isto é autossabotagem.


Este tipo de conduta é uma forma de tirar da frente aquilo que não sabemos mais o que fazer com ele. A grande sacada aqui é, uma vez que não vemos mais algo, com o tempo, não lembramos mais que existe logo, não usamos e não precisamos deixar em lugar algum, certo?


Outra coisa muito importante é que não devemos usar a casa de ninguém como depósito. Cada um tem seu espaço e deve ter dentro dele o suficiente para manter o local habitável, confortável, limpo e organizado.


Casa ou qualquer outro ambiente entulhado de coisas não é saudável!


Descarte o que não pode mais ser usado! Doe o que ainda pode ser aproveitado! Recicle para que novas coisas e oportunidades surjam! Faça com que a boa energia volte a circular! Isto fará bem para o corpo, a mente e a alma!


A dica final deste artigo é: faça o bem a quem precisa! Algo, que para nós, pode não ser mais útil, para outra pessoa pode ser essencial!


Adriana Rielo

Organização Prática Criativa




2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo